Comerc vê recuperação do consumo no ML em maio

Eólica gera mais de 10 mil MW no Nordeste pela primeira vez
23 de junho de 2020
Capacidade eólica pode crescer 112% na década
23 de junho de 2020
Mostrar tudo

Comerc vê recuperação do consumo no ML em maio

Após dois meses consecutivos de queda acentuada, ambiente de contratação livre tem alta de alta de 3,97% no mês, em comparação com abril


Após dois meses consecutivos de queda acentuada, causada pelas medidas de combate ao Covid-19, o consumo de energia no mercado livre deu os primeiros sinais de recuperação em maio, com alta de 3,97% em comparação a abril. É o que aponta o Índice Comerc, que apura o consumo de energia nos 11 principais setores econômicos.


Destaque para o setor de Material de Construção que, após oscilar entre altos e baixos ao longo dos últimos 12 meses, registrou alta de 33,66% no consumo de energia em maio – perante queda de 5,61% e 20,54% em março e abril, respectivamente.


As lojas de material de construção puderam reabrir, no início de maio, após decreto que as classificou como atividade essencial; e a procura por esse tipo de produto foi intensificada pelas medidas de isolamento, já que muitas pessoas aproveitaram a quarentena para realizar reformas. Dados do setor apontam que, em maio, as vendas da indústria para o varejo subiram 8% em relação a fevereiro – período pré-pandemia.¹


“A queda observada nos meses de março e abril é reflexo das primeiras restrições impostas pela pandemia. Em maio, a liberação de algumas atividades impulsionou, ainda que de forma modesta, a retomada da produção e do consumo”, disse o vice-presidente da Comerc Energia,Marcelo Ávila.


Na variação mensal, junto ao setor de Materiais de Construção, também seguiram na direção de retomada: Veículos e Autopeças (39,39%), Manufaturados (41,84%) Têxtil, Couro e Vestuário (13,66%), Embalagens (4,24%), Eletromecânica (3,95%) e Siderurgia & Metalurgia (1,47%). “Ainda é cedo para falarmos de crescimento. O momento aponta melhoria, mas ela deve ser observada e ponderada mês a mês”, concluiu Ávila.


Contraponto

Na comparação com o mesmo mês de 2019, o setor de Papel e Celulose foi na contramão da crise e apresentou crescimento de 7,97% em maio. A alta deve-se à dois fatores: enquanto a produção nacional de celulose recuou 6,6% em 2019, segundo dados da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), a procura por papéis para fins sanitários e embalagens elevou a demanda por celulose em todo o mundo nos primeiros meses de 2020, aquecendo o setor mesmo durante a pandemia.


O Índice Comerc Energia, publicado mensalmente, leva em conta o consumo de mais de 2.300 unidades de sua carteira, pertencentes aproximadamente 1.100 empresas que compram energia elétrica no mercado livre.


Fonte : Energia Hoje

Escrito por : Lívia Neves

Link da Notícia : https://energiahoje.editorabrasilenergia.com.br/comerc-ve-recuperacao-do-consumo-no-ml-em-maio/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *