Aliança obtém licença de instalação para eólicas no RN

CCEE: PLD apresenta alta de 6% no Sudeste/Centro-Oeste, Norte e Sul, e 5% no Nordeste
21 de julho de 2020
Bom momento para autoprodução através de SPEs
21 de julho de 2020
Mostrar tudo

Aliança obtém licença de instalação para eólicas no RN

Empresa da Vale e da Cemig vai erguer complexo com aerogeradores de 4,2 MW da Weg

A Aliança Energia, empresa da Vale (55%) e da Cemig (45%), conseguiu as licenças de instalação para implantar o Complexo Eólico Acauã, de 109,2 MW, nos municípios de Lagoa Nova, São Vicente, Tenente Laurentino Cruz, Santana do Matos e Bodó, no Rio Grande do Norte.

As quatro licenças para as centrais eólicas foram emitidas pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e de Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) e têm validade de três anos, a partir de junho e julho de deste ano, período das emissões.

Sob investimento de R$ 513 milhões, o planejamento da Aliança é começar as obras em 2021, com término em 2022.

Para as obras, a Aliança firmou contrato de fornecimento com a Weg de novos aerogeradores de 4,2 MW de potência e 147 metros de diâmetro de rotor. Além do projeto potiguar, o contrato com a fabricante catarinense contempla outro parque da Aliança no Ceará, o projeto Gravier, de 70 MW, em Icapuí e com investimento de R$ 294 milhões. Serão entregues para os dois projetos 43 aerogeradores, totalizando 180,6 MW de capacidade.

Com 1.257 MW de capacidade instalada de geração, a Aliança tem em operação, além de sete hidrelétricas, o complexo eólico Santo Inácio, em Icapuí (CE), de 99 MW, que também conta com 47 aerogeradores de 2,1 MW da Weg e está em funcionamento desde 2017.

Fonte : Energia Hoje

Escrito por : Marcelo Furtado

Link da Notícia : https://energiahoje.editorabrasilenergia.com.br/alianca-obtem-licenca-de-instalacao-para-eolicas-no-rn/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *