Janeiro foi o mês de 2020 com o maior volume de migrações ao mercado livre
28 de julho de 2020
Novo projeto de lei de eólicas offshore será apresentado no Senado
28 de julho de 2020
Mostrar tudo

Brasil exporta energia para Argentina

Primeira operação em novo formato, envolvendo 697 MWmed de geração térmica no SIN, ocorreu neste sábado (25/7)

O ONS programou a exportação de 697 MWmed de geração térmica no SIN para o atendimento à Argentina. A operação ocorreu no sábado (25/7) e foi a primeira exportação sob as regras estabelecidas pela Portaria MME nº 418/2019.

A nova modalidade de exportação de energia entrou em vigor em maio deste ano, mas, segundo o operador, somente agora está sendo efetivada no contexto da operação do SIN.

De acordo com a Tradener, comercializadora nacional autorizada pelo MME para exportar energia à Argentina, as geradoras envolvidas são Norte Fluminense e Engie. O contrato é direto com a Compañía Administradora del Mercado Mayorista Eléctrico S.A. (Cammesa).

O negócio deve gerar em torno de US$ 20 milhões semanais em divisas para o país. Toda a exportação para a Argentina está sendo realizada através das usinas conversoras nacionais Garabi I e II com até 2.200 MW.

Tradener possui autorização do MME para exportação de energia elétrica interruptível para a Argentina, com validade até 31/12/22.

Fonte: Brasil Energia

Escrito por: Rafael Fernandes

Link da Notícia : https://energiahoje.editorabrasilenergia.com.br/brasil-exporta-energia-para-argentina/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *