Nós, profissionais, dirigentes e colaboradores da ENERCONS, acreditamos que a produção e o uso da energia devem sempre acarretar impactos positivos sobre o ambiente e vida das populações locais.

Para nós, os indígenas, os quilombolas, os proprietários rurais, os pioneiros da eletricidade que construíram antigas usinas, são parceiros em potencial. Principalmente para a viabilização da geração de energia de forma sustentável e comprometidos com as futuras gerações.

A familiaridade com novas tecnologias nos convenceu que não é necessário agredir a natureza, poluir o ar, a terra e a água para produzir-se energia a custos competitivos.

Ao contrário, a geração e o uso da energia devem ser fatores de progresso e benefício para todos os envolvidos, sem gerar conflitos, incompreensão, medo ou apreensão de qualquer espécie.

Para que isso ocorra, acreditamos fundamentalmente que deve existir:

• Bom senso;
• Diálogo franco e transparência;
• Conhecimento técnico;
• Respeito às necessidades locais;
• Responsabilidade social e ambiental;
• Respeito à legislação e ao interesse público.

Créditos da imagem: FAI (www.fai-mg.br)

CONHEÇA CONHEÇA O VALE DO RIO DOS PATOS, UM PROJETO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COM PCHS