MME altera regras dos leilões e permite participação de CGHs no A-4

PLD sai do teto e fica em R$ 521,83/ MWh
14 de agosto de 2017
MME aprova diretrizes complementares para realização dos Leilões de Energia Nova de 2017
14 de agosto de 2017
Mostrar tudo

MME altera regras dos leilões e permite participação de CGHs no A-4

Uma semana depois de publicadas a sistemática dos certames, prazo para entrega de documentos é alterado para 13 de setembro

O Ministério de Minas e Energia publicou nesta segunda-feira, 14 de agosto, a Portaria n° 318/2017, alterando algumas regras de cadastramento dos leilões A-4 e A-6, que foram divulgadas na última semana. Agora, empreendimentos com potência inferior ou igual a 5 MW foram caracterizados como centrais geradoras hidrelétricas e poderão participar do leilão A-4. A data de entrega dos documentos também foi alterada e agora vai até as às 12 horas do dia 13 de setembro. As CGHs deverão entregar até o dia 19 de setembro os parâmetros para fins de cálculo de garantia física.

 

Ainda de acordo com a portaria, os empreendedores de projetos de térmicas a gás deverão apresentar até o dia 22 de setembro para a Empresa de Pesquisa Energética os documentos de comprovação da disponibilidade de combustível para a operação contínua. A comprovação do suprimento deve ter o período mínimo de dez anos e um adicional de 5 anos e o prazo remanescente compatível com o período de suprimento. No leilão A-4, não serão permitidos projetos com capacidade inferior a 1 MW. Já no A-6, o veto vai para projetos com capacidade menor que 5 MW. Também poderão ser habilitados tecnicamente empreendimentos a gás natural liquefeito com despacho antecipado de dois meses.

 

Fonte: Canal Energia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *