IPCA de novembro fica em 0,28%

Vazões no Sudeste devem ficar na média histórica, aponta ONS
11 de dezembro de 2017
Linhão de Belo Monte entra em operação
14 de dezembro de 2017
Mostrar tudo

IPCA de novembro fica em 0,28%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo de novembro ficou em 0,28%, 0,14 ponto percentual abaixo do resultado de outubro, de 0,42%. A alta média de 4,21% na energia no mês significou um aumento de 0,15 ponto percentual no grupo habitação.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo de novembro ficou em 0,28%, 0,14 ponto percentual abaixo do resultado de outubro, de 0,42%. A alta média de 4,21% na energia no mês significou um aumento de 0,15 ponto percentual no grupo habitação no período. O grupo, com variação de 1,27% e impacto de 0,20 ponto, foi o de mais impactou no índice. De acordo com o IBGE, em novembro vigorou a bandeira tarifária vermelha patamar 2, já com a cobrança adicional do novo valor de R$ 5 a cada 100 Kwh consumidos. Em outubro, a bandeira tarifária vigente também era a vermelha patamar 2, porém o adicional era de R$ 3,50 a cada 100 Kwh consumidos.

Em Goiânia (GO), a energia elétrica subiu 14,4%, devido ao reajuste médio de 15,7% no valor das tarifas desde o último dia 22 de outubro. Na mesma data, em Brasília (DF), passou a vigorar o reajuste médio de 6,84% e em uma das concessionárias de energia da Grande São Paulo, a tarifa de energia foi reajustada em 22,59%, no fim de outubro. O reajuste das tarifas de energia em Goiânia também deixou a cidade com o maior índice regional, de 0,96%.

 

 

Fonte: Canal Energia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *