PLD é fixado em R$ 138,80/MWh nos submercados Sul e Sudeste

MME reduz limite de carga para contratação de energia por consumidores
7 de janeiro de 2019
Renováveis batem recorde de atratividade no ACL em 2018
7 de janeiro de 2019
Mostrar tudo

PLD é fixado em R$ 138,80/MWh nos submercados Sul e Sudeste

A expectativa é que a carga prevista para a próxima semana no Sistema seja em torno de 100 MWmédios mais alta

 

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE informa que o Preço de Liquidação das Diferenças – PLD para o período entre 5 e 11 de janeiro subiu 2% nos submercados Sudeste/Centro-Oeste e Sul, passando de R$ 136,43/MWh para R$ 138,80/MWh. Já no Norte e Nordeste, a elevação foi de 93% saindo de R$ 53,86/MWh para R$ 103,89/MWh.

A elevação do PLD em todas as regiões ocorre em função da queda das afluências previstas em todos os submercados. Os limites de envio de energia do Norte para o Sudeste foram atingidos em todos os patamares de carga, resultando na diferença de preço entre os submercados.

As afluências previstas para o Sistema Interligado Nacional – SIN ficou em torno de 82% da média histórica e são esperadas em 83% da MLT no Sudeste, 75% no Sul, 57% no Nordeste e em 90% da média histórica no Norte.

A expectativa é que a carga prevista para a próxima semana no Sistema seja em torno de 100 MWmédios mais alta, com alteração apenas na região Sudeste.

Já os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de 1.575 MWmédios mais altos em comparação com o esperado na semana passada. Houve elevação nos submercados Sudeste (-1.225 MWmédios), Nordeste (-310 MWmédios) e Norte (-160 MWmédios). No Sul os reservatórios apresentaram níveis cerca de 120 MWmédios mais baixos.

O fator de ajuste do MRE para janeiro foi revisto de 100,4% para 100,2%. A previsão de Encargos de Serviços do Sistema – ESS para o primeiro mês de 2019 é de R$ 68 milhões, valor quase integralmente referente à restrição operativa. Apenas R$ 30 mil são referentes à reserva operativa de potência, verificada somente no primeiro dia do ano.

 

Fonte: CCEE – 04/01/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *