EDPR e Aker Solutions vão construir Parque Eólico Flutuante na Coreia do Sul

Setor de energia limpa deve gerar mais de 800 mil empregos até 2020
18 de outubro de 2019
Aneel propõe taxa para energia solar gerada em casa e frustra consumidores
18 de outubro de 2019
Mostrar tudo

EDPR e Aker Solutions vão construir Parque Eólico Flutuante na Coreia do Sul

A WindPower Korea, a EDP Renováveis e a Aker Solutions formaram um consórcio com a ambição de desenvolver um parque eólico flutuante com 500 MW iniciais ao largo da costa da Cidade Metropolitana de Ulsan, na Coreia do Sul.

A WindPower Korea, a EDP Renováveis e a Aker Solutions formaram um consórcio com a ambição de desenvolver um parque eólico flutuante com 500 MW iniciais ao largo da costa da Cidade Metropolitana de Ulsan, na Coreia do Sul.

Do consórcio fazem parte a EDP Renováveis, um dos principais produtores de energia eólica a nível mundial, e a Aker Solutions, uma empresa de engenharia e tecnologia com um historial de 40 anos na realização de projetos offshore, e que investiram na empresa de desenvolvimento Korea Floating Wind Power («KFWind»), juntando-se ao acionista fundador, a WindPower Korea. A Principle Power, que teve um papel na origem da carteira de projetos da KFWind, irá fornecer ao projeto a sua tecnologia comprovada de fundações WindFloat®.

O novo consórcio está empenhado em apoiar os ambiciosos planos de energia renovável do governo sul-coreano, que preveem 13 GW de energia eólica offshore a serem instalados em 2030 e nos quais se fixou uma meta de pelo menos 30% de energias renováveis até 2040. A KFWind assinou um Memorando de Entendimento com a Cidade Metropolitana de de Ulsan em janeiro de 2019 para cooperar no desenvolvimento de projetos eólicos flutuantes e apoiar o desenvolvimento industrial da região de Ulsan, para servir de centro de produção para o mercado eólico offshore interno e de exportação.

A região de Ulsan tem boas condições para a comercialização de energia eólica flutuante, devido à combinação de estaleiros navais líderes no mercado, técnica marítima e às instalações portuárias da região. O consórcio prevê que um projeto potencial contribua com benefícios económicos e ambientais positivos e significativos para a comunidade local. O parque eólico irá fazer uso da tecnologia WindFloat® de ponta, que permite a instalação de plataformas flutuantes em águas profundas, anteriormente inacessíveis, e onde podem ser aproveitados os melhores recursos eólicos da Coreia. O consórcio está empenhado, desde o início, em trabalhar lado a lado com as associações de pesca e intervenientes locais para garantir que os projetos são bem localizados e desenvolvidos de forma responsável.

Players de relevo no sector

O consórcio tem o apoio de líderes estabelecidos no sector no âmbito da produção de energia renovável e do desenvolvimento de projetos offshore, a que se junta o conhecimento do sector e mercado locais portado pela WindPower Korea.

A EDP Renováveis, detida maioritariamente pela elétrica portuguesa EDP, é um dos principais produtores de energia eólica, com operações em 14 países. O parque eólico será incluído na joint venture anunciada entre a EDP Renováveis e a Engie e que terá como objetivo tornar-se um dos cinco maiores operadores de energia eólica offshore do mundo, para aproveitar as oportunidades da energia eólica offshore em todo o mundo. A JV EDPR/Engie tem atualmente 1,5 GW de capacidade em construção e 4,0 GW na calha globalmente. 

A sociedade tem um sólido compromisso com o consórcio Windplus, que está prestes a instalar as três maiores turbinas eólicas offshore numa plataforma flutuante até à data no âmbito do projeto de 25 MW WindFloat Atlantic atualmente em construção em Portugal. Portanto, a EDPR tem uma experiência única na produção de energia offshore flutuante.

A Aker Solutions é parcialmente detida pela Aker ASA, uma sociedade de investimento industrial com participações em várias empresas de energia e marítimas. A Aker Solutions fornece soluções tecnológicas e de engenharia offshore à escala global e já forneceu mais de 60% das estruturas flutuantes semi-submersíveis do mundo.

Acerca da transação

A EDPR e a Akso Solutions adquiriram uma participação significativa na KFWind à WindPower Korea, uma empreendedora de projetos que continua a ser acionista minoritária e à Principle Power, líder global em tecnologia eólica flutuante, que irá sair da estrutura acionista para se concentrar no desenvolvimento da sua tecnologia central e da atividade de serviços no mercado coreano. A KFWind foi assessorada pela Green Giraffe, uma empresa de consultoria especializada com ênfase no sector das energias renováveis. As partes acordaram em não divulgar o valor das transações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *