Potencial Hidrelétrico Brasileiro em cada Estágio por Estado (valores em MW)
28 de outubro de 2019
Além de sustentáveis, energia eólica e pequenas centrais hidrelétricas são ótimos investimentos
28 de outubro de 2019
Mostrar tudo

Entenda o mercado e a CCEE

A busca por um modelo sustentável está na pauta do mercado de energia, estruturado para garantir a segurança no suprimento, incentivar a expansão da geração, diversificar a matriz energética e atender a demanda dos consumidores ao menor custo.


  Nesse contexto, o papel da CCEE é fortalecer o ambiente de comercialização, por meio de regras e mecanismos que promovam relações comerciais sólidas e justas para todos os segmentos (geração, distribuição, comercialização e consumo).


  Entenda a seguir como funciona este mercado, como se estabelecem as relações comerciais e quais são as principais operações no âmbito da CCEE.


Como funciona

As empresas responsáveis pela produção e transmissão de energia compõem o Sistema Interligado Nacional (SIN), que atualmente abrange as regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e parte da região Norte do Brasil. De grande porte, o SIN é interligado por linhas de alta tensão.


Neste sistema ocorrem as negociações de compra e venda de energia. Isso significa que, uma vez que um agente de mercado (distribuidor, gerador, comercializador, consumidor livre ou especial) se torne membro do SIN, pode negociar energia com qualquer outro agente, independentemente das restrições físicas de geração e transmissão.


No Brasil, a energia é proveniente principalmente de hidrelétricas de grande porte. As usinas térmicas também desempenham papel fundamental, pois complementam a geração hidrelétrica em períodos de estiagem e em horários de pico.


O sistema é atualmente dividido em quatro submercados (Sul, Sudeste/Centro-Oeste, Nordeste e Norte). Cada um deles concentra regiões do país onde a energia circula livremente. A linha que divide cada submercado é determinada por limites de intercâmbio presentes no sistema de transmissão, ou seja, restrições elétricas no fluxo de energia entre as diversas regiões do país.


A estrutura brasileira de transmissão de energia possui linhas com tensão de 230 kV a 750 kV. Os agentes de transmissão não participam da comercialização de energia.


"Uma vez que um agente de mercado se torne membro do SIN, pode negociar energia com qualquer outro agente".

Relações comerciais

As relações comerciais no atual modelo se estabelecem em duas esferas: no Ambiente de Contratação Regulada (ACR) e no Ambiente de Contratação Livre (ACL).


A compra e venda de energia no ambiente regulado é formalizada por meio de contratos celebrados entre os geradores e os distribuidores, que participam dos leilões de compra e venda de energia.


Os contratos deste ambiente têm regulação específica para aspectos como preço da energia, submercado de registro do contrato e vigência de suprimento, não passíveis de alterações bilaterais pelos agentes.


Já no ambiente livre, os geradores, comercializadores, importadores e exportadores de energia e consumidores livres e especiais têm liberdade para negociar e estabelecer em contratos os volumes de compra e venda de energia e seus respectivos preços. Todos os contratos firmados nos ambientes livre e regulado são registrados na CCEE.


Conheça  as principais diferenças entre ambiente livre e ambiente regulado. "As relações comerciais se estabelecem no Ambiente de Contratação Regulada e no Ambiente de Contratação Livre".

Operações

Como prevê a governança do setor elétrico, as atividades para a viabilização da comercialização de energia elétrica no Sistema Interligado Nacional - SIN são gerenciadas pela CCEE. Para conhecer as principais operações realizadas no âmbito da instituição, consulte a página de serviços neste site.


"Os 5200 consumidores que efetuaram a migração para o mercado livre respondem por 30% do consumo brasileiro hoje. Saiba como a ENERCONS pode ajudar sua empresa fazer parte deste “condomínio” que em 20 anos economizou mais de 120 bilhões de reais em energia , acessando aqui".


Fonte : CCEE

Link da notícia: https://www.ccee.org.br/portal/faces/pages_publico/como-participar/participe/entenda_mercado?_afrLoop=149632450708162&_adf.ctrl-state=vt168k42v_31#!%40%40%3F_afrLoop%3D149632450708162%26_adf.ctrl-state%3Dvt168k42v_35

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *