Agência debate revisão da norma de geração distribuída em audiência pública

Setor está próximo de ter derivativos de energia
8 de novembro de 2019
Ambev investirá R$600 mi em usina eólica para cervejarias da Budweiser no Brasil
8 de novembro de 2019
Mostrar tudo

Agência debate revisão da norma de geração distribuída em audiência pública

A ANEEL realizou nesta terça-feira (7) audiência pública para debater com a sociedade a proposta de revisão da Resolução Normativa 482/2012, referente às regras aplicáveis a micro e mini geração distribuída. A sessão, que durou 8 horas, contou com ampl

 

A ANEEL realizou nesta terça-feira (7) audiência pública para debater com a sociedade a proposta de revisão da Resolução Normativa 482/2012, referente às regras aplicáveis a micro e mini geração distribuída.

 

 

A sessão, que durou 8 horas, contou com ampla participação social, totalizando 827 participantes, sendo 157 expositores. Entre eles, parlamentares, representantes de conselhos de consumidores, entidades dos segmentos de geração distribuída e energia solar fotovoltaica, distribuição, geração e comercialização de energia elétrica. A consulta pública referente ao tema foi iniciada no dia 17/10/2019 e receberá contribuições até o dia 30/11/2019.

 

 

 

Durante a audiência, o diretor-geral da ANEEL, André Pepitone, destacou que a sessão era um momento especial para o processo de decisão da Agência e agradeceu a grande participação social para a revisão do regulamento. “É a oportunidade de realizarmos debate construtivo sobre o tema e aperfeiçoarmos a proposta”, afirmou ao saudar os participantes da audiência. 

 

 

O diretor relator do processo Rodrigo Limp também reforçou que a participação social é fundamental para a elaboração de uma proposta que atenda às expectativas do setor elétrico e da sociedade brasileira.

 

 

A revisão da norma em 2019 foi prevista em 2015, quando da publicação da resolução 687/2015, que alterou a resolução 482/2012. A proposta em consulta pública sugere aperfeiçoamentos ao modelo do sistema de compensação de créditos, considerando os avanços da geração distribuída nos últimos anos. 

 

 

Os interessados podem enviar contribuições ao normativo para o e-mail cp025_2019@aneel.gov.br ou por correspondência para o endereço da Agência: SGAN, Quadra 603, Módulo I, Térreo, Protocolo Geral, CEP: 70830-100), em Brasília-DF.

 

Escrito por: ANEEL

Fonte: ANEEL

Link da notícia: http://bit.ly/33u1Y1d

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *