PLD sobe em todos os submercados na segunda semana de agosto

CCEE: geração indica recuperação da economia
11 de agosto de 2020
Mercado de energia: novas regras e o impacto para consumidores e empresas
11 de agosto de 2020
Mostrar tudo

PLD sobe em todos os submercados na segunda semana de agosto

Linhas de transmissão de energia, energia elétrica

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE informa que o Preço de Liquidação das Diferenças – PLD, para o período de 08 a 14 de agosto teve elevação em todos os submercados. O preço subiu 11% nos submercadosSudeste/Centro-Oeste, Sul e Norte, passando de R$ 92,98/MWh para R$ 103,18/MWh. Já o Nordeste apresentou alta de 5%, saindo de R$ 73,03/MWh para R$ 76,71/MWh.

O principal fator responsável pelo aumento do PLD foi a expectativa de redução de afluências do Sistema Interligado Nacional (SIN). Além disso, os limites de envio de energia da região Nordeste continuam sendo atingidos em todos os patamares, mantendo o descolamentodos preços em relação aos demais submercados.

Espera-se que as afluências de agosto de 2020 fechem em torno de 68% da média de longo termo (MLT) para o Sistema Interligado Nacional (SIN), sendo aproximadamente 73% na região Sudeste/Centro-Oeste, 56% na região Sul , 67% na região Nordeste e 76% na regiãoNorte.

A expectativa para a próxima semana operativa é de que a carga para o SIN fique cerca de 687 MW médios mais baixa do que a previsão anterior. O Sul tem previsão de queda de 334 MW médios e o Nordeste, 511 MW médios. O Norte, porém, tem perspectiva de alta de158 MW médios. Já o submercado Sudeste/Centro-Oeste não apresentou alteração.

Os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de 6 MW médios acima do esperado, com níveis mais baixos nos submercados Sudeste (-613 MW médios) e Sul (-119 MW médios) e mais altos no Nordeste (+723 MW médios), no Norte (+15 MW médios) em relação a expectativada semana anterior.

O fator de ajuste do MRE estimado para o mês de agosto de 2020 passou de 61,3% para 60,9%. Enquanto a expectativa de Encargo de Serviços do Sistema (ESS) é de R$ 12,9 milhões, sendo R$ 11,3 milhões devido a restrições operativas e R$ 1,6 milhões a Unit Commitment.

Fonte : CCEE

Link da Notícia : https://www.ccee.org.br/portal/faces/pages_publico/noticias-opiniao/noticias/noticialeitura?contentid=CCEE_656455&_adf.ctrl-state=1987xlqtd5_14&_afrLoop=286022242793711#!%40%40%3Fcontentid%3DCCEE_656455%26_afrLoop%3D286022242793711%26_adf.ctrl-state%3D1987xlqtd5_18

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *