Transição energética avança com metas de países e empresas

Leilão da Aneel termina com todos os 11 lotes arrematados e garante R$ 7,3 bilhões em investimentos
28 de dezembro de 2020
Sari confirma participação de projetos eólicos do RS nos leilões de energia previstos para junho e setembro de 2021
31 de dezembro de 2020
Mostrar tudo

Transição energética avança com metas de países e empresas

Em 2020, nações e companhias adotaram compromissos ousados, enquanto a Europa propôs lei sobre o clima, e o Brasil tenta criar um mercado de carbono oficial

No fim de 2019, a Organização das Nações Unidas (ONU) pediu metas mais ousadas para a redução de emissões. E, em 2020, parece que países e empresas ouviram o apelo e abraçaram a transição energética. Até mesmo o Japão, criticado por sua dependência de fontes fósseis agora tem meta para zerar as emissões.

O ano de 2020 também foi marcado pela pandemia de Covid-19, que levou ao lockdown em diversos países e pesou nas economias. Assim, a transição energética e a economia verde foram apontadas como um motor para ajudar na recuperação econômica. Esta é a avaliação tanto da Agência Internacional de Energia Renovável (Irena) quanto da chanceler alemã Angela Merkel.

Neste sentido, o país europeu anunciou uma meta ousada de produção de hidrogênio verde. Produzido a partir de energias renováveis, o hidrogênio verde é considerado um fator-chave para a transição energética. Assim, a Alemanha quer que, em 2021, o país produza 5 mil toneladas métricas de hidrogênio verde. O objetivo é chegar a 2030 com capacidade de eletrólise de 5GW. E o país quer, ainda, pelo menos 2% de hidrogênio verde no combustível de aviação até 2030.

Fonte : Além da Energia

Link da Notícia : https://www.alemdaenergia.com.br/transicao-energetica-avanca-em-2020-com-metas-de-paises-e-empresas/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *