Pular para o conteúdo

ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE HIDROELETRICIDADE RESSALTA AÇÕES SOCIAIS E DE SUSTENTABILIDADE DA ITAIPU

Membros da diretoria da Associação Internacional de Hidroeletricidade (International Hydropower Association – IHA), e convidados, visitaram a Itaipu Binacional nos dias 16 e 17 de fevereiro com objetivo de estreitar as relações entre as entidades e conhecer projetos socioambientais da empresa. 

O grupo participou de encontros com a diretoria de Itaipu e apresentou a missão da IHA na defesa da hidroeletricidade como fonte de energia limpa e renovável e do seu papel na transição energética e na busca dos países por uma matriz energética mais sustentável. A ideia é usar a experiência de hidrelétricas sustentáveis, como é o caso de Itaipu, como exemplo de boas práticas para outras empresas ao redor do globo.

Além da área industrial da usina, a comitiva visitou as reservas ecológicas das duas margens e conheceu as instalações da planta de biometano, onde recebeu explicações sobre o processo de produção do combustível renovável, que utiliza o aproveitamento de resíduos orgânicos para sua composição.

Na Planta Experimental de Hidrogênio Verde, mantida pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI), os visitantes conheceram o processo de produção de hidrogênio a partir de eletrólise da água. O PTI é um dos pioneiros no país na pesquisa, por meio de infraestrutura própria, para a produção, armazenamento e aplicação deste hidrogênio.

Durante a reunião com Itaipu, o chefe da delegação da IHA e ex-ministro do Meio Ambiente da Noruega, Erik Solheim, comentou sobre o interesse no trabalho desenvolvido pela binacional nas diversas áreas além da geração de energia. “Itaipu é uma das maravilhas do mundo moderno. Mas também impressionante pela tecnologia desenvolvida e pelos programas sociais e ambientais que mantém”, disse. Segundo ele, a possibilidade de conhecer esses projetos e poder trocar experiências é muito importante para o próprio trabalho da associação.

Já o CEO da IHA, Eddie Rich, lembrou a importância de Itaipu como uma das maiores hidrelétricas do planeta e ressaltou o modelo de gestão compartilhada entre os dois países. “É a maior hidrelétrica fora da China e inclusive serviu de modelo para a usina de Três Gargantas [atualmente maior do mundo]. Além disso, ela é uma mensagem para o mundo de como dois países podem cooperar para gerar energia limpa e sustentável. Então, Itaipu é importante para a região, mas também muito significante para o mundo como um símbolo moderno de eficiência e colaboração energética”, finalizou.

Sobre a IHA

Fundada em 1995, a International Hydropower Association (IHA) é uma rede global que inclui empresas de energia, governos, organizações não governamentais, acadêmicos e outros especialistas em energia hidrelétrica. Sua missão é promover o desenvolvimento sustentável do setor por meio de pesquisa, diálogo político e divulgação de informações e boas práticas. A organização tem um foco particular em três áreas: sustentabilidade ambiental; benefícios socioeconômicos; e desempenho técnico.

A IHA realiza diversas atividades para alcançar seus objetivos. Isso inclui a realização de pesquisas e estudos de caso, o desenvolvimento de ferramentas e diretrizes para o setor de energia hidrelétrica e a organização de eventos, como conferências e fóruns de discussão. A organização também colabora com governos e outras organizações internacionais para promover a energia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: