Pular para o conteúdo

Bahia lidera mercado de energia eólica com a inauguração de 41 usinas no primeiro semestre

A Bahia continua se destacando como referência na geração de energia elétrica por meio de fontes renováveis. No primeiro semestre de 2023, o estado inaugurou um total de 41 novas usinas de energia eólica e solares fotovoltaicas, consolidando ainda mais sua posição de liderança nesse setor estratégico. Os investimentos realizados para a implantação das usinas totalizaram cerca de R$ 5,93 bilhões, impulsionando economia e meio ambiente.

Bahia conquista avanços significativos na geração de energia eólica

Com as 41 novas usinas em operação, a Bahia conta agora com um impressionante número de 281 usinas eólicas em funcionamento, solidificando seu papel como maior geradora de energia eólica do Brasil.

Esse feito é resultado dos esforços do governo estadual, em consonância com as diretrizes do governador Jerônimo Rodrigues, para posicionar a Bahia como líder na produção de energia elétrica a partir de fontes renováveis.

Os números apresentados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) revelam que a Bahia responde por 35,54% da geração nacional de energia eólica, de acordo com dados acumulados de 2023 divulgados pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Esses índices refletem os avanços significativos alcançados pelo estado, que vem contribuindo de forma expressiva com o meio ambiente e no combate às mudanças climáticas.

Expansão da energia eólica em municípios baianos

Os benefícios da energia eólica não se limitam ao aspecto ambiental, mas também impulsionam a economia local. No primeiro semestre deste ano, foram inaugurados 19 parques eólicos em nove municípios baianos: Araci, Biritinga, Caetité, Casa Nova, Gentio do Ouro, Morro do Chapéu, Tanque Novo, Tucano e Xique-Xique.

Esses empreendimentos não só representam um importante impulso econômico para a região, mas também contribuem para a redução das emissões de gases de efeito estufa.

Dezenas de usinas eólicas em construção

O sucesso alcançado até o momento no setor energético da Bahia é apenas o começo. Atualmente, o estado possui 65 usinas eólicas em construção e outros 193 projetos a serem iniciados, com investimentos estimados em aproximadamente R$ 62,75 bilhões.

Quando estiverem totalmente operacionais, esses empreendimentos terão uma potência outorgada de 10,54 GW, o que reforçará ainda mais a liderança da Bahia na produção de energia eólica.

energia solar também está em constante crescimento na Bahia. Além das usinas já em funcionamento, o estado está construindo mais quatro usinas e tem planos para iniciar outros 474 projetos, com investimentos que ultrapassam R$ 72 bilhões.

Compromisso com o meio ambiente e o futuro sustentável

O secretário da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Angelo Almeida, reafirmou o compromisso do governo baiano em impulsionar a produção de energia elétrica a partir de fontes renováveis, destacando a importância dessa iniciativa para o meio ambiente e o combate às mudanças climáticas.

A liderança da Bahia no mercado de energia eólica é resultado direto desse comprometimento, que vem transformando o estado em um exemplo a ser seguido por outras regiões do país.

Investimento expressivo em energia renovável

Em um cenário em que a transição para uma matriz energética mais limpa e sustentável é cada vez mais urgente, a Bahia se coloca como protagonista nessa jornada. A inauguração das novas usinas eólicas no primeiro semestre de 2023 é mais um passo sólido em direção a um futuro energético mais verde e promissor.

Com investimentos expressivos e avanços constantes na geração de energia renovável, o estado tem se estabelecido como líder no mercado de energia eólica no Brasil. Com uma matriz energética diversificada e investimentos contínuos, a Bahia se destaca como exemplo a ser seguido, impulsionando a economia local e contribuindo com o meio ambiente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: