Pular para o conteúdo

FOZ DO IGUAÇU GANHA PISTA DE ATLETISMO COM PADRÃO INTERNACIONAL, EM PARCERIA ENTRE ITAIPÚ BINACIONAL E PREFEITURA

O Complexo Esportivo Costa Cavalcanti, em Foz do Iguaçu (PR), ganhou uma pista de atletismo com padrão para competições internacionais, com investimentos de R$ 10 milhões, resultado de parceria entre a Itaipu Binacional e a Prefeitura. A entrega das obras foi na tarde desta quarta-feira (14) pelo prefeito Chico Brasileiro e pelo diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri.

Durante a cerimônia, o diretor-geral de Itaipu também anunciou a assinatura de um aditivo ao convênio de mais R$ 1,8 milhão, para a iluminação da pista. Outros R$ 1,3 milhão serão investidos pelo governo do Paraná na reforma da piscina do complexo, conforme afirmou o secretário de Estado do Esporte, Helio Renato Wirbiski.

Enio Verri destacou a importância do investimento para a formação dos atletas, o aprimoramento do esporte e também como espaço de lazer, para a melhoria da qualidade de vida da população. Adicionalmente, a nova pista abre a oportunidade para Foz do Iguaçu receber eventos esportivos nacionais e internacionais. “Uma pista simples poderia sair mais barata, mas não seria o ideal para a cidade nem atingiria a missão de Itaipu, que é gerar desenvolvimento econômico e social. E a indústria do turismo gera desenvolvimento, não polui, gera muito emprego e paga salários médios maiores”, declarou.

“A Itaipu tem desafios gigantescos e é um momento como esse que nos faz vez que todo o esforço vale a pena”, completou o diretor-geral.

Chico Brasileiro agradeceu a parceria com Itaipu e destacou que a nova pista é um sonho de gerações de atletas, que treinaram e treinam no centro esportivo. O prefeito também reforçou o potencial do novo complexo para o turismo esportivo. “Foz do Iguaçu é um destino reconhecido mundialmente e essa pista significa que a cidade está entrando no circuito dos grandes torneios internacionais”, estimou.

A nova pista, que leva o nome do ex-atleta iguaçuense Edmilson Sérgio Haus, terá dimensões oficiais de 400 metros, certificadas pela World Athletics (WA) – entidade que gere o atletismo internacional –, e três pistas para aquecimento. O espaço também ganhou novos vestiários, instalações sanitárias, arquibancadas para 500 pessoas, academia, escritório técnico para os árbitros e melhorias estruturais e de acessibilidade.

O complexo esportivo é utilizado para os treinos do projeto Jovens Atletas Campeões do Futuro, que tem apoio da Itaipu. A iniciativa é direcionada a estudantes da rede de ensino, a partir de 7 anos, visando promover a cidadania, a interação social, o bem-estar e a qualidade de vida. Mas os resultados foram além dos objetivos, revelando atletas de alto nível, recordistas e campeões internacionais.

Um exemplo é Beatriz Cristaldo dos Santos, 19 anos, que treina no projeto desde os 6 anos de idade. Ela é campeã brasileira sub-20 no salto triplo e recordista brasileira sub-16. “Esse projeto é tudo. Aqui é minha casa, meu trabalho, minha vida. Tivemos ótimos resultados com a pista antiga e, agora, a expectativa é de saltos cada vez maiores”, afirmou. O pai de Beatriz também atua no projeto, como treinador da equipe de atletismo paralímpica.

Erica Geni Cavalheiro, de 20 anos, também começou cedo no projeto, aos 9 anos de idade. Ela já foi quatro vezes campeã brasileira nos 400 metros (nas categorias sub-16, sub-18 e sub-20), campeão sul-americana e 11ª no mundial (sub-20). “Tudo começou com uma brincadeira, depois vieram as competições, aos 12 anos, e hoje virou coisa séria. Essa pista é um sonho dos professores que passou a ser um sonho nosso também.”

Outro atleta do projeto que se destacou é Felipe Izidoro da Silva, 19 anos, quatro vezes campeão brasileiro no salto triplo e duas vezes medalhista sul-americano. “Comecei aos 14 anos. Antes, só estudava, hoje conheço outras cidades, outros países. O projeto mudou a minha vida.”

O coordenador do Jovens Atletas, Sérgio Muniz dos Santos, o “Quick”, disse que em 15 anos (14 com apoio de Itaipu) mais de 2,5 mil jovens já foram atendidos pelo programa. Atualmente, são 1,6 mil por mês, de todas as categorias (de jovens a maters). A nova pista, segundo ele, tem capacidade para receber todas as 48 provas do atletismo (corridas, lançamentos e saltos). “Agora vamos poder crescer ainda mais. Essa é uma grande conquista para Foz do Iguaçu.”

De acordo com informações da prefeitura, as áreas das pistas de competição e de aquecimento somam aproximadamente 8.135 m², sendo 6.892 m² revestidos com piso emborrachado. “O complexo já está pronto e cumprindo todas as exigências necessárias para receber grandes competições nacionais e internacionais. Será um local para a formação de atletas e divulgação do potencial da cidade como incentivadora do esporte”, disse o secretário municipal de Esporte e Lazer, Antonio Sapia.





l

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: