Pular para o conteúdo

Governo estima captar cerca de US$ 2 bilhões com ‘títulos verdes’ na bolsa de NY

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, chegou neste último domingo aos EUA para uma série de agendas com empresários, políticos e acadêmicos

O governo estima captar cerca de US$ 2 bilhões (R$ 9,73 bi, na cotação desta segunda-feira) com a emissão dos chamados “títulos verdes” (green bonds) na bolsa de Nova York. A ideia é que o valor seja utilizado para o financiamento de projetos sustentáveis no Brasil.

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, chegou neste último domingo aos EUA para uma série de agendas com empresários, políticos e acadêmicos.

Na última semana houve reuniões de representantes do Tesouro Nacional com investidores estrangeiros. Antes deste “road show”, de forma preliminar, fontes da Fazenda estavam estimaram que a emissão dos “títulos verdes” poderiam captar o montante de US$ 2 bilhões no mercado internacional.

O número pode mudar, a depender do apetite desses investidores externos. Agora, após o “road show”, segue um período de silêncio e o processo será “totalmente” sigiloso, incluindo datas e novas expectativas para a emissão.

Como funciona?

Na prática, o governo vai emitir papéis no mercado externo e os recursos captados de investidores internacionais, via os títulos, serão destinados ao financiamento de projetos voltados à sustentabilidade ambiental.

Em geral, títulos de dívida pública são emitidos pelo governo com a finalidade de captar recursos para custeio da máquina e investimentos públicos. Ao comprar um título da dívida, o investidor “empresta” dinheiro ao governo e recebe, posteriormente, o pagamento com juros, a depender do contrato.

Projetos

As ações para atrair os recursos de investidores estrangeiros incluem: prevenção e controle de poluição e emissão de gases de efeito estufa; fomento a iniciativas ligadas à energia renovável, transporte limpo, e gestão sustentável de recursos naturais; bem como prevenção e controle de poluição, gestão de resíduos sólidos, etc.

O chamado Comitê de Finanças Sustentáveis Soberanas (CFSS), no âmbito do Ministério da Fazenda, será responsável por publicar o relatório de alocação e impacto dos recursos captados com as emissões desses títulos verdes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: