Pular para o conteúdo

SIN deve encerrar setembro com aceleração de 5,0%

ONS também indica avanço nas demandas de carga em todos os subsistemas, tendo o Norte a expansão mais expressiva: 8,7%

boletim do Programa Mensal de Operação (PMO) da semana operativa entre 26 de agosto a 1° de setembro apresenta cenários prospectivos, para o final de setembro, e indica avanço nas demandas de carga.

O SIN deve encerrar o próximo mês com aceleração de 5,0%. A expansão mais expressiva deve ser do Norte, com 8,7%, seguido pelo Sudeste/Centro-Oeste, com 5,0%. No Nordeste, as estimativas são de 4,4% e no Sul estão em 3,5%.

Os percentuais comparam os resultados para o final de setembro de 2023, ante o mesmo período do ano passado.

As projeções de Energia Armazenada (EAR) ao final de setembro apontam três subsistemas com percentuais superiores a 70%: Sul (92%), Norte (74,1%) e Sudeste/Centro-Oeste (73,9%). Se esta previsão para o Sudeste/Centro-Oeste se confirmar, será o melhor patamar de EAR para setembro, na região, em toda a série histórica iniciada em 2000.

Por fim, o Nordeste deve atingir uma EAR de 68,9%.

As indicações para a Energia Natural Afluente (ENA) em setembro são compatíveis com o período tipicamente seco em curso. A ENA mais elevada é prevista para o Sul: 121% da Média de Longo Termo (MLT). Para o Sudeste/Centro-Oeste estima-se 85% da MLT. Os demais subsistemas apresentam os seguintes resultados: Nordeste, com 72% da MLT e o Norte, com 62% da MLT.

O Custo Marginal de Operação (CMO) se mantém zerado em todos os subsistemas, assim como vem sendo registrado em todo 2023.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: